Cultural

tarja-cultural

Atores Sociais

O Projeto Atores Sociais tem por objetivo o desenvolvimento humano, fomento a cidadania e protagonismo juvenil, entre crianças e adolescentes. Criado em ciclos e utilizando-se das mais diversas ferramentas de desenvolvimento, interpretação cênica e exercícios de dramaturgia, além do fomento e acesso a cultura o programa viabiliza que o jovem se desenvolva integralmente, adquira conhecimentos e habilidades artísticas num processo de inclusão social que o auxilia a ser um protagonista da sua própria realidade. Com temáticas contemporâneas viabiliza que se tornem multiplicador de nossos programas e conceitos, sejam nas escolas públicas, na sociedade, nas empresas, além de participações em ações governamentais e festivais, fazendo assim uma ponte entre seus estudos e seus sonhos de ascensão profissional.

As oficinas consistem em elaboração de esquetes, metodologicamente divididas em três módulos:

I MÓDULO – PRÁTICA TEATRAL,

II MÓDULO – TEORIA TEATRAL

III MÓDULO – ELEMENTOS TÉCNICOS DO TEATRO.

Durante as oficinas do Projeto Atores Sociais serão contempladas apresentações internas e avaliações abertas para que a comunidade possa estar inserida no contexto do aprendizado e para que os jovens adquiram através da apreciação de seus entes queridos força e coragem para as apresentações nas escolas, espaços públicos e empresas.

Além de todo o desenvolvimento proposto, espera-se que o contato com o universo das empresas estimulem os jovens na busca por qualificação profissional para então ingressarem no mercado de trabalho ao mesmo tempo em que proporciona reflexão ao publico, sobre os temas propostos.

Contador Histórias

Promover a leitura, através da realização de apresentações de contadores de histórias que resgatam, através de instrumentos lúdicos, uma série de histórias – contadas pelos nossos avós, lendas, fábulas, contos folclóricos e obras de autores imortalizados pela literatura infantil – em espaços públicos, utilizando-se de recursos performáticos como: teatro, música e dança.

Contraponto

Patrocinado através da Lei Rouanet, este projeto tem por objetivo promover o ensino da musica instrumental, teoria musical e canto coral, como alternativa a inclusão, transformação social e expansão do universo cultural e musical de jovens e adolescentes do município de Pindamonhangaba. Atualmente 150 jovens participam de oficinas de canto coral, instrumentos de sopro, cordas, metais e percussão. A partir de 2014 os jovens que farão parte da orquestra, além do aprimoramento musical irão receber uma bolsa auxilio para participar das apresentações públicas.

Através do ensino da musica, o programa visa desenvolver além dos sensores cognitivos e emocionais, a atenção, a sensibilidade estética, além de ampliar o universo cultural e musical dos jovens beneficiários. O projeto oferece um espaço de aprendizagem sociocultural, onde se verifica a exploração de instrumentos e canto, através da troca de experiências, a observação entre os alunos e o apoio concedido aos colegas com maiores dificuldades.

Utilizando-se de ferramentas e teorias artístico-pedagógicas modernas, o Projeto Contraponto tem por premissa oferecer o ensino da musica de qualidade, conectado com a realidade social e cultural dos alunos e com vistas a promover a inclusão sociocultural e dar subsídios para que o jovem possa dar continuidade à formação enquanto profissional da música.

O processo de ensino de forma coletiva proporcionado pelo Instituto busca fomentar a cooperação entre os jovens: promovendo discussão, troca de ideias e conhecimentos. Os jovens são incentivados a ouvirem uns aos outros e compartilharem suas experiências musicais por meio de atividades de execução e apreciação. Assim os alunos podem perceber a alteração na produção sonora quando um participante do grupo está em desacordo com a peça musical, causando desarmonia, desta forma, fica evidenciada a percepção da importância de cada um num processo amplo de aprendizado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.